sábado, 26 de setembro de 2009

Ecos da Conferência: Uma Visão Estratégica Sobre Lourosa



(...)
Santa Maria da Feira: Lourosa “do futuro” prevê equipamentos de lazer para as pedreiras

"Visão estratégica para o desenvolvimento da cidade lança ideias e pontes para os empreendedores privados. Construção de “showroom da cortiça” é outra das propostas.

As pedreiras abandonadas de Lourosa ocuparam lugar de destaque no debate sobre o futuro desta cidade do concelho de Santa Maria da Feira, levado a cabo, por iniciativa da Câmara Municipal, na noite de anteontem.
Segundo o arquitecto Pedro Castro Silva, da Divisão do Planeamento da autarquia - que respondia a uma questão sobre o assunto colocada por António Cardoso, docente e candidato do PS à presidência da Assembleia Municipal –, nas duas antigas pedreiras poderão nascer “equipamentos ludico-desportivos”.
Em concreto, este técnico enumerou um parque de merendas, um parque radical “e eventualmente uma escola de ténis”. Para ressalvar, no final, que “são só ideias que vão surgindo”, ainda dependentes do prévio tratamento do “passivo ambiental” que as pedreiras representam.
Recorde-se que, em recente reunião do Executivo municipal, foi aprovada, por unanimidade, a compra das pedreiras de Lourosa por 100 mil euros, a pagar faseadamente. E que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) é parceira da edilidade no processo de compra e de requalificação ambiental dos terrenos envolvidos, havendo, ainda, uma candidatura – visando este projecto - ao QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional)".

(...)

In Diário de Aveiro, edição de 26/09/2009

Nenhum comentário: